Minha Nova Suzuki Vstrom 650


Vídeo no final
 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
  • 1° Dia: 13/06/16
Chega de Fazer 150 rs.
Consegui fazer um upgrade juntando grana por alguns anos. Depois de vários estudos e fóruns, escolhi a Vstrom 650 por ser a melhor da categoria no custo beneficio.
Na verdade eu ia comprar uma Tenere 250 2017, mas daí comecei a fazer as contas, a moto custa 16, mais os acessórios ia para uns 24 mil. É muita coisa pra pouca moto (e que tem umas coisas que não estava conseguindo engolir na Tenere 250, como aquele painel tosco, feio e ineficiente, o fato de ter pneu com câmera mata a moto, motor fraco, ferrugens, são os pontos negativos mais comentados pelos fóruns etc. Mas confesso que mesmo assim eu sou fascinado por essa motinha...). Dava pra comprar até uma Vstrom usada. Então comecei a mudar um planejamento, esse dinheiro todo eu ia na Vstrom 650, como o valor é quase de uma no modelo novo, que é melhor, comecei a procurar uma com baixo km e acessórios.
Depois de muito procurar, achei uma no jeito, desses caras que já tem tudo na vida rs, compra pra dizer que tem e não usa, era essa mesmo! 2 mil km Rodados e já tinha alguns acessórios rs (me individei um pouco e encarei essa pelo valor baixo e oportunidade, não vou divulgar o valor ok). Como faltava 3 dias pra ir pegar, comecei uma batalha frenética pra ver os roteiros de onde ia instalar os acessórios que queria. Olhei por onde ia passar e fui pesquisando, ligando, pechinchando e anotando.
Confesso que sou muito prático e perfeccionista pra essas coisas de planejamento. Tanto que saiu do jeito que planejei!
Peguei o avião (não paguei nada pq usei milhas) anoite e fui pra São Paulo, chegando lá ás 23:00hs, peguei um Uber (o cara da moto me arrumou um rs) que ficou menos da metade do preço de um táxi rs. Fui pra Sorocaba à 8°, Putzzzzz, Goiano não conhece frio kkkk. Como cheguei de madrugada, tudo era tenso, desde o avião, aeroporto, estar em São Paulo até chegar no hotel em Sorocaba. Fui tentar dormir, mas como semanas atrás, a ansiedade não deixa. 



  • 2° Dia - 14/06/16
Acordei denovo às 5 da Manhã naquela ansiedade, putz que troço chato é não poder controlar ansiedade, por isso odeio comprar e vender coisas, tenso. Ficava contando as horas pra dar logo 9hs pro cara vir me buscar e ver a moto.
Até que chegou a tão esperada hora, ver a moto. Foi uma emoção danada o nosso primeiro encontro rssss. Nem tinha que ver muito por que a moto tinha 2 mil km Rodados só, nunca pegou chuva, haaa q maravilha. Minha gorda! Fiz um TED pro cara, cartório e bora rodar, fui direto trocar óleo e filtro porque estava mais de 1 ano parada, só ligava semanalmente.
O medo e tensão era constante. Sair dali só com Waze, senão tá ferrado rs. 
* Aqui ja entra outro acessório que ja está na minha lista antiga e vou precisar: GPS. Porque o celular ate que resolve, mas fica aquele negócio de celular no guidon, bateria acabando, tela sempre ligada, as vezes mensagem, telefone tocando, não é muito eficiente quanto um gps propriamente dito. Cada um no seu quadrado.
 
SEJA BEM VINDA AO MUNDO GORDA! 
Saí meio dia e fui para Campinas por baú traseiro, (aqui aconteceu uma coisa engraçada: fui pra Campinas só de Quinta Marcha já me sentindo nas alturas pq a moto de quinta e com velocidade tão boa assim pra viajar era incrível o conforto x velocidade cruzeiro. MAS O NOOB AQUI DESCOBRIU LA EM CAMPINAS QUE A MOTO TEM 6 MARCHA! kkkkk, noob mesmo, credo que vergonha, mas daí achei mais top ainda rsss.), isso me enrolou até anoite, porque coloquei o baú traseiro na Jet Motos e fui para a famosa Warrior instalar a eletrica do baú, essa Warrior tem História viu..., sai de lá pra Cordeiropolis e no caminho achei o tão raro hotel. Cansado e com fome. Denovo o waze me ajudou a sair de Campinas, credo, pânico! Hotel caro, JWF Hotel, Limeira SP, chato isso, não curto esses hotéis caros porque são os mesmos que hotéis baratos, às vezes mais ruins, esse mesmo não tinha aquecedor, garagem coberta, nem bebedouro de água, aff, mas estava tão exausto que estava com medo até de ir para próxima cidade procurar outro hotel ja quase 11 da noite e acontecer algo pior de tanta fraqueza que estava. Comi lá e fui dormir cansado.



  • 3° Dia: 15/06/16
Acordei as 5 denovo, aff, tensão do dia que ia ser, muito a fazer. O café da manhã no hotel é magnífico, aproveitei e almocei kkkkk, sempre faço isso, economiza a grana do almoço.
Fui pra Cordeiropolis por um protetor de cárter na Snake Motos (grande aqui, muito completo e muitos acessórios. Tem coisas aqui que nunca ia achar em lojas grandes rs), e depois parti pra Rio Claro por os baús laterais na famosa Motopoint.
A Motopoint é completa, tem muita coisa pra Big Trails, sem falar na história aqui, são das antigas mesmo, os caras são muito profissionais! Coloquei os baús laterais, instalei farol de Led que já tinha comprado a anos para uma possível tenere 250 rsss, tomada de força e vazei pra Ribeirão Preto às 17:30hs, por um cavalete central que é essencial. Mas putz, vim curtindo o novo visual da Gorda,  agora com super leds e baús. EU TENHO UMA BIG TRAIL! hhhaaaaa me acordemmm kkkkk. 
Bom que eu andava na Bandeirantes a noite e as vezes ligava os Leds no modo Strobo e só via carros ligando seta pra direita e abrindo caminho kkkk foi muito hilário rs.
Cheguei em Ribeirão Preto e fui pro hotel mais barato, (que ja tinha pesquisado enquanto estava na Motopoint parado e fazendo mil pesquisas, nunca gaste seu tempo atoa nas viagens, procure pensar la na frente!), mas com garagem rs. Depois fui comer pq só tinha tomado café da manhã. Fui a pé no famoso Pinguim e voltei pra dormir. 



  • 4° Dia: 16/06/16
Às 5 de pé denovo rs. Bora encarar o último dia da viagem, a chegada em casa com minha "Gorda". 
Estou em Ribeirão Preto somente para colocar o cavalete central na moto, foi o único lugar no país que achei, putz. SBS Motos, aqui parece um Shopping de tão grande, como tem coisas aqui, tem de tudo aqui dentro, depois fui descobrir que é a maior do país. Agora sim, a gorda tá pronta, quase, chegar em casa tem mais acessórios rsss. 

A distância me fez andar a uma velocidade maior, a puchada foi à até 180 km/h, a Gorda, que até então fazia 21km/kt, chegou a fazer 15.6 km/lt, aff. Mas rodovia sempre ótima e moto muito confiável, não tive dúvidas. 

Cheguei em casa às 18:00hs, cansado mas com vontade de continuar rodando rs.
Nesse dia fiz a primeira publicação no Instagram e Facebook, que me rendeu mais de 1000 curtidas e comentários de felicitações. Sou muito grato, não mereço tanto. Agradeço imensamente meus amigos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
No outro dia, sexta-feira: Hj foi o dia da "Gorda"! Lavei e encerei, Instalei mais alguns acessórios, outros estão à caminho! (Ano passado eu importei dos EUA um som de qualidade para moto, para quando eu tivesse uma tenere 250 rss, hoje tive o prazer de conhecer essa beleza, realmente não desmerecendo os chineses, mas produtos Made in USA é outro nível, vale a pena demorar mais, juntar uma grana e comprar 1 vez só algo de qualidade, não é nada daqueles somzim de 50 reais de cgzeiros que sai tocando funk no meio da rua kkkk). A vontade de agradecer a Deus, ainda é uma constante. Que Deus nos de muitos km de proteção divina, pra mim e para vocês. 
HAAAAA, e hj né, o Zé Roela aqui pegou a 150 pra ir na rua, mas putz que motinha ruim kkkkk não rende, parece um brinquedim kkkk. Como tem gente que viaja numa motinha dessas kkkkk. Aiai, nem sonhando que vou cuspir no prato que comeu, (brincadeira rs), mesmo porque nunca se sabe o dia de amanhã, o que vier eu aceito e agradeço.

Então é isso, agora começo a reunir material para produção do Vídeo! 
Aguardem 

Obrigado a todos






----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  


O VÍDEO:

 

Meu Canal no Youtube:

Loading...